Cristãos sequestrados na Nigéria são libertados após 30 dias de tortura

Quase um mês após o sequestro, seis meninas e dois funcionários sequestrados pelos fulanis em uma escola cristã no centro-norte da Nigéria foram soltos.

Durante o período que estiveram nas mãos dos sequestradores, eles sofreram torturas e só foram liberados após pagamento de resgate.

A escola está localizada no condado de Chikun, perto da cidade de Kaduna e os pastores muçulmanos a invadiram realizando um ataque e levando oito pessoas como reféns.

Segundo Ohemu Fredrick, pai de uma das meninas, a notícia mobilizou todos da região e várias campanhas de orações foram feitas.

“Várias pessoas oraram em igrejas e mesquitas e através de suas orações, Deus nos trouxe ajuda.

Deus usou um ex-governador do estado de Kaduna para nos ajudar”, declarou ao Morning Star News.

Categoria:Internacional