Túneis utilizados pelos Cavaleiros Templários são descobertos em Israel

O canal National Geographic exibiu um documentário onde o arqueólogo Albert Lin comenta sobre a descoberta de túneis secretos que eram utilizados pelos Cavaleiros Templários há 800 anos.

A descoberta foi feita na cidade de Acre, em Israel, e remonta ao período das Cruzadas, quando esses peregrinos viajavam para Jerusalém.

“Durante as Cruzadas, os Cavaleiros Templários lutaram por Deus, ouro e glória.

Em algum lugar da cidade do Acre, fica seu centro de comando e, possivelmente, seu tesouro”, disse Lin que é arqueólogo do canal.

“Esses monges guerreiros são parte de uma espécie lenda — e o ouro deles também”, declarou o arqueólogo ao falar que os cristãos tinham um voto de proteger esses peregrinos.

A equipe de arqueólogos descobriram também uma sala que, provavelmente, foi usada pelos Templários para relaxar e para programar as próximas batalhas.

Também foram encontrados reservatórios de água, algo bastante importante para a região que sofre com a estiagem.

Essas salas ficavam escondidas embaixo de uma igreja construída na região no século 19.

“Os túneis escondidos dos Templários serpenteavam sob as ruas.

Eles secretamente transportavam ouro para a fortaleza do Acre, sua Torre do Tesouro”, explicou Lin.

História mostra que em 1392 o papa Clemente dissolveu a Ordem dos Templários e perseguiu os últimos cavaleiros que faziam parte do grupo.

O fim do grupo é cheio de mistério, acredita-se que alguns guerreiros conseguiram fugir da repressão e se espalharam pela Europa.

A história dos cavaleiros inspira várias séries e filmes.

Categoria:Ciência & Saúde